Decoração

Guia: tudo o que você precisa saber sobre decoração rústica

outubro 25, 2018
Tempo de leitura 17 min

O estilo rústico é conhecido por evidenciar os tons terrosos, contar com móveis aconchegantes — e de grandes dimensões — e madeiras com aspecto desgastado (embora seja muito importante cuidar da conservação de móveis desse material). Cada um desses elementos, por sua vez, faz com que um ambiente seja muito acolhedor.

Se você gosta dessa ideia e quer saber mais sobre ela, não deixe de conferir, neste post, o que é a decoração rústica e como aplicá-la em sua casa. Vamos lá? Acompanhe!

O que é a decoração rústica?

Influenciada por casas rurais, pela idealização da natureza e da “vida simples”, a decoração rústica conta com mobílias de madeira ou metal. Nos móveis desse estilo, pode-se notar que os principais componentes são caseiros, desgastados, feitos à mão, construídos com materiais naturais ou acabados em um tom natural.

O estilo de decoração ficou popular na Suíça, Alemanha e Áustria em meados do século XVIII, para depois encantar também os britânicos e os estadunidenses. Após isso, móveis rústicos de ferro fundido se popularizaram no final do século 19, e o estilo foi usado até mesmo em jardins.

Assim, móveis rústicos normalmente são feitos em madeira, madeira de demolição e pedras. No entanto, bambu, sisal, algodão, lã, papel, vidro, argila e vários tipos de metal também podem ser incorporados para embelezar a aparência.

Heranças, objetos adquiridos em mercados de pulgas, projetos de bricolagem, arte folclórica, coleções, itens encontrados depois de muito tempo e peças antigas também funcionam bem na decoração rústica, proporcionando texturas, padrões e cores contrastantes. 

Na parte estrutural, o visual rústico apresenta vigas e colunas de madeira, bem como piso de madeira ou pedra. Se você não tiver esses elementos em sua casa, é possível colocar vigas ou colunas falsas para chegar a esse resultado!

Por fim, hoje em dia, a decoração rústica tem variações, como o rústico moderno, o rústico chic e o cottage, sobre os quais falaremos um pouco mais logo a abaixo!

Rústico chic

O conceito parece antagônico, mas pode funcionar muito bem! Isso porque o estilo busca unir dois elementos que andam juntos e combinam: conforto e elegância.

Para isso, a decoração rústica chic conta com o design das pedras, fibras ou madeiras, mas em porcelanato. Como? Tecnologia! Trata-se de peças criadas com impressoras especiais. 

Assim como os pisos, outros elementos do rústico foram adaptados ao estilo rústico chic: a antiga “colcha de retalhos” virou o “patchwork”. Basicamente, nessa variação do estilo há mais acabamento das peças e os detalhes são o ponto alto.

Rústico moderno

O estilo rústico usa muitos recursos naturais, e, para isso, abusa de elementos como madeira, acabamentos rudimentares, pedras etc., certo? Então, para deixar o ambiente mais moderno, é preciso brincar com formas e cores.

Para isso, uma boa dica é misturar acessórios coloridos ou em formatos diferentes com os objetos antigos. Crie um mix entre os móveis de madeira e os lustres, papéis de parede, colchas e cadeiras, por exemplo. Que tal combinar ter um quarto com um baú e uma cadeira de design arrojado? Com o rústico moderno, você pode!

Para não errar, lembre de balancear os estilos de acordo com o seu gosto. Assim, terá uma casa que é a sua cara e combinando o melhor de dois mundos!

Cottage

A palavra, que em inglês quer dizer “chalé”, é uma mistura do rústico com o romântico. Sua paleta de cores é formada por tons claros e leves, como branco, off-white, cremes e beges. Aqui, há um equilíbrio perfeito entre a delicadeza e aquilo que é mais rudimentar.

Por isso, a madeira é uma boa pedida, tanto nos móveis quanto no chão e nas paredes. Para deixar o ambiente mais doce e romântico, estampas florais dão o toque final. 

Para decorar, objetos delicados (como bules decorados, vasos de flores etc.) fazem o contraponto com móveis com acabamento rústico. Na finalização, a cortina não pode faltar. Contudo, o tecido deve ser leve e permitir a entrada de luz no local — algodão e seda são bons exemplos. 

Por fim, a regra é brincar com a mistura de materiais mais pesados — a madeira e o couro, por exemplo — e tonalidades mais vívidas, como o verde-floresta e tons pastéis.

Qual é a diferença entre rústico, primitivo e country?

Os estilos rústico, primitivo e country têm em comum uma vibração casual, a ênfase em materiais naturais (em estados inacabados), cores da natureza e, acima de tudo, um aspecto acolhedor. Por isso, os três estilos são comumente confundidos, mas há diferenças entre eles. Confira, abaixo, quais são elas!

Primitivo

Trata-se de um estilo mais bruto, simples e sem refinamento. Além disso, não é um tipo de decoração, mas sim a forma como algumas peças artesanais são chamadas. 

Por isso, um item primitivo é, na maioria das vezes, um utilitário: móveis, louças, ferramentas ou itens de cozinha. Assim, esses itens são boas opções para auxiliar na decoração rústica.

Rústico

Os móveis e peças de decoração rústica geralmente têm um acabamento desgastado, mas não é necessariamente feito à mão ou antigo. Na verdade, um móvel rústico pode ter sido produzido em uma fábrica recentemente, mas projetado para parecer velho e desgastado.

Essa é a principal diferença entre primitivo e rústico — e isso explica por que um item primitivo sempre será rústico, mas uma peça rústica não é necessariamente primitiva. Ao contrário do primitivo, o rústico descreve um estilo de decoração, que engloba uma aparência despretensiosa e acolhedora.

Country

O estilo country pode incluir móveis rústicos ou primitivos em suas decorações, mas nem sempre. Aqui, a principal diferença está nas cores: de forma geral, a paleta rústica conta com tons terra e suaves, enquanto uma paleta country conta com cores mais vibrantes. Além disso, móveis rústicos são feitos de madeiras quentes e vermelhas na maioria das vezes, enquanto o country usa mais o carvalho. 

Quais as principais características da decoração rústica?

Como dissemos acima, o estilo rústico proporciona aconchego, tranquilidade e simplicidade. Mas isso só é possível por causa de alguns elementos-chave. São eles:

  • acabamentos desgastados;
  • móveis de couro macio;
  • móveis de madeira com arestas bem marcadas;
  • cores neutras e quentes;
  • tecidos costurados à mão bem texturizados;
  • elementos expostos, como pedra, tijolo ou madeira.

Vamos entender um pouco mais sobre cada um desses itens?

Acabamentos

No acabamento rústico, nada tem o aspecto muito polido ou novo. Nesse estilo, é comum ver peças com grãos de madeira, cascas expostas, penas, pequenos galhos, peles, chifres e pedras.

Além disso, os pisos e paredes de cimento e concreto são substituídos por pedras, rochas ou madeira. Quanto aos móveis, é normal encontrar opções com pedaços de metal ou ferro incorporados. 

Nesse contexto, em apartamentos ou casas em centros urbanos, por exemplo, nem sempre é possível realizar grandes obras. E é por isso que usar papéis de parede que simulem esses acabamentos também é uma opção válida. Para esses casos, há também cerâmicas do estilo rústico. Aposte nelas caso não possa fazer mudanças drásticas!

Móveis

Quando se trata de móveis rústicos, qual é a primeira coisa que vem à sua cabeça? Provavelmente peças de madeira, não é? Isso se dá porque elas são fundamentais para o design rústico geral, que remete à uma cabana na floresta.

Por isso, os móveis de uma casa rústica devem ser grandes e nada delicados. A movimentação do espaço se dá justamente a partir das grandes escalas — troncos cortados ao meio podem ser usados ​​para criar assentos, por exemplo.

Além disso, não é incomum ver itens de madeira nua ou de madeiras recuperadas, já que as peças de mobiliário rústico podem ser naturais, manchadas ou pintadas. Quanto às cores, são móveis que têm tons mais quentes e orgânicos, que tornam o ambiente mais aconchegante e descontraído. Saiba mais sobre esse tema no próximo tópico!

Paleta de cores

Além do marrom predominante, as cores neutras complementam a decoração rústica. Por isso, aposte no bege, no branco e no cinza claro. Aqui, vale lembrar que tons pastéis, brilhantes (como dourado e prata) e cores ousadas não têm lugar nesse estilo. Mas se você quiser destacar outra cor no ambiente, há algumas formas de fazer isso. Confira!

Roxo

A cor púrpura é um tom sóbrio e fechado, mas ainda capaz de dar cor e descontração aos ambientes. Por combinar com a paleta de cores do outono, pode ser a escolha certa para quem quer um toque de modernidade na decoração rústica.

Amarelo

O amarelo dá brilho e alegria a qualquer decoração e se dá muito bem com os tons terrosos da decoração rústica. Então, escolha objetos como lamparinas, almofadas e afins para iluminar o ambiente.

Vermelho

O vermelho pode ser usado como uma sombra do marrom, em tecidos jogados no sofá, toalhas de mesa e porta-retratos, por exemplo. Dará vivacidade ao cômodo.

Preto e branco

Clássicos de decoração, o preto e o branco deixam a decor mais interessante. Aqui, uma boa prática é misturar essas cores com peças de ferro, que darão sofisticação ao ambiente.

Laranja

O laranja se dá muito bem com o cobre — que, por ter um aspecto envelhecido, é muito bem-vindo na decoração rústica. Assim, brinque com essas cores!

Que elementos compõem esse tipo de decoração?

Agora que você já sabe em quais cores investir, chegou o momento de entender quais objetos poderão complementar a sua decoração rústica. Já sabemos que materiais resistentes e de aspecto desgastado ditam as regras desse estilo de decoração. Mas em quais apostar? Acompanhe e confira!

Objetos vintage

Couro levemente craquelado e tapetes pouco desgastados dão uma sensação caseira. Então, crie uma mistura entre peças novas e itens que já apresentam arranhões e amassados ​​charmosos. Para achar objetos assim, visite lojas de antiguidades e mercados de pulgas.

Se deseja comprar coisas novas, há empresas que transformam móveis antigos em novas peças, como mesas de jantar que são criadas a partir de portas velhas ou cabeceiras criadas com madeira que seria descartada. É um ótimo modo de consumir conscientemente e ainda deixar a sua casa linda!

Elementos da natureza

A natureza tem tudo a ver com esse estilo! Então, para uma decoração mais arrojada, conte com chifres e cabeças de animal falsos nas paredes ou troféus de caça. Plantas também são bem-vindas, bem como vasos artesanais de madeira, galhos e cordas. Também é possível criar arranjos com folhas secas e o máximo de elementos naturais possíveis.

Se houver um item ou peça de mobiliário que não necessariamente complementa o design rústico, use a decoração com elementos naturais para dar o tom. Por exemplo: você pode colocar pedaços de cascas, pedras ou galhos em uma estante ou cobrir uma poltrona com uma manta trançada ou pele de animal fake para que o cômodo tenha uma linguagem coesa.

A poltrona certa

Como mencionado, a decoração rústica tem móveis grandes e imponentes. Por isso, uma grande e confortável poltrona não pode faltar em sua casa.

Então, busque uma poltrona de grandes dimensões (talvez até que caiba dois!) para compor o seu lar rústico. A ideia é que ela seja muito aconchegante. Então, vale contar também com almofadas texturizadas e tapetes no local.

Como usar o rústico na decoração da casa?

Você sabe como fazer a decoração rústica em cada cantinho da casa? Acompanhe as nossas dicas a seguir!

Quarto

Quem dita a decoração de um quarto são dois móveis principais: a cama e o roupeiro. Então, para começar a decor, é preciso acertar na escolha desses dois.

Assim, a cama de madeira de demolição é item essencial no quarto rústico. O roupeiro pode seguir a mesma linha. Técnicas de envelhecimento também podem ser usadas. Nas paredes, uma boa escolha são os papéis de parede que imitam a madeira rústica, que darão o tom da decoração.

Sala

A sala rústica mistura qualidade e funcionalidade. Isso porque são cheias de charme e aconchego — ou seja, o cantinho preferido da casa! Nesse estilo, a luz direta é muito valorizada. Como esse ambiente é mais amplo que o quarto, é hora de abusar de móveis grandes e acolhedores, além de misturar ainda mais. Uma parede de madeira e outra de pedras? É possível. Lustres medievais? Também pode!

Conte também com uma mesa de jantar grande e maciça, de forma que acolha todos os seus convidados. O importante é lembrar da paleta de cores citada acima e contar com a decoração de objetos feitos à mão e que contem alguma história. Itens decorativos de sisal e fibra também são boas pedidas.

Cozinha

Se a decoração rústica é acolhedora, nada mais justo do que ela combinar muito com a cozinha, local em que refeições são feitas com tanto amor, não é?

Então, para deixar a sua cozinha com a cara do estilo aposte em materiais naturais, como a madeira, em pontos estratégicos: nas bancadas, gabinetes de pia e armários, por exemplo.

Como os ambientes rústicos devem ser amplos, é preciso deixar a cozinha bem iluminada para não pesar o ambiente. Por isso, use tons claros, como bege e branco, nas paredes.

Nesse sentido, caso o espaço que você tenha disponível não seja tão amplo, aplique alguns truques para dar mais profundidade ao ambiente: use cores claras e materiais diferentes nas paredes. 

Criar uma parede de cimento queimado também pode ajudar a dar o toque rústico na decoração e ainda brincar com outro estilo, o industrial. Com essa mistura, você conseguirá ampliar a cozinha (com o uso de azulejos brancos) e ainda deixar o ambiente muito mais cool.

Para finalizar, capriche na decoração: conte com objetos antigos, panelas e utensílios expostos nas paredes, para que a sensação de “casa de vó” seja ainda mais forte. Agora só falta fazer uma comida bem gostosa nessa cozinha, não é?

Banheiro

O banheiro rústico dá muitas possibilidades a quem gosta do estilo. Uma delas são as paredes com pedras visíveis, que dá um visual medieval à decoração.

Mas, caso não seja possível fazer uma grande reforma, é possível deixar seu banheiro com uma cara rústica apenas usando o mobiliário certo. Invista em espelhos vintage, armários antigos e objetos retrô, como pia, vaso e porta-escovas. Nesse sentido, uma boa dica é apostar em peças feitas sob medida.

É possível combinar com outros estilos?

Sim! Por contar com cores neutras e decoração simples, o estilo rústico pode ser combinado com outras tendências. Mas, para isso, é preciso seguir algumas dicas. Veja algumas delas a seguir!

Cores e texturas

Ao misturar estilos, é preciso ter em mente um ponto importante: a paleta de cores. Como já citamos, no estilo rústico as principais cores são aquelas de tons terrosos, então, leve isso em consideração.

Por exemplo: o que você quer é um toque da decoração romântica no seu ambiente rústico? Tons pastéis de rosa podem ser uma boa opção. Brinque também com as texturas — uma poltrona com assento de camurça, por exemplo, pode dar um ar mais sofisticado ao restante do ambiente.

Revestimentos

Revestimentos são ótimos quando o assunto é misturar estilos de forma coesa e bela. A parede de tijolinhos, por exemplo, pode fazer com que um espaço seja moderno e rústico ao mesmo tempo.

Azulejos antigos também fazem a mesma coisa e funcionam tanto nos locais úmidos (cozinha e banheiro) quanto em lugares que devem contar com o aconchego, como áreas externas. 

Outra dica é que as paredes podem ser revestidas de cortiça, de modo a fazer com que o toque rústico seja suave. De quebra, ainda dá para usar o local como um mural de lembretes e fotos.

Por fim, painéis de madeira também são perfeitos na hora de misturar o rústico com outros elementos. Afinal de contas, eles podem ficar encarregados de mostrar toda a vibração rudimentar do cômodo, enquanto outros objetos decorativos complementam a mensagem.

Materiais

O mármore e o granito podem aparecer na decoração de quem busca misturar o rústico com outros estilos. Os assentos de pele, por sua vez, também ajudam a suavizar o ambiente e pode deixá-lo mais boho. Contudo, aqui vai uma dica: evite o material em áreas como a cozinha, pois a sua limpeza não é tão prática.

Escala

A escala é algo importantíssimo para que uma decoração seja coesa. Então, na hora de misturar estilos, lembre-se de manter tudo em dimensões similares.

Além disso, tente manter o equilíbrio: ainda que você tenha objetos totalmente diferentes de cada lado da cama, saiba escolhê-los de uma forma que se complementem entre si.

Distribuição de elementos

É muito importante que a mistura se dê de forma progressiva. Imagine a seguinte cena: uma metade da sala é rústica, enquanto a outra é moderna. A diferença ficará muito clara e óbvia, dividindo os ambientes. Contudo, se os estilos forem incorporados estrategicamente por toda a sala — com o auxílio de acessórios, cores e texturas —, a mistura será coesa.

Combinação de móveis e formatos

Dê a cada peça pelo menos um acompanhante que compartilhe uma cor, estilo ou acabamento; você não quer nenhuma peça solitária de decoração pendurada por seus pequenos solitários. Aquele pobre móvel precisa de um amigo, para que não pareça estranho.

Mesmo que os móveis sejam de estilos opostos, busque escolher aqueles que tenham linhas e formas correspondentes. Por exemplo: se o sofá tem linhas mais redondas, não o combine com cadeiras quadradas.

Objetos coringa

Na decoração, busque objetos que consigam transitar bem nos dois elementos escolhidos. Uma cadeira de madeira rústica com um acolchoado de couro sintético, por exemplo, consegue representar tanto o estilo rústico quanto o moderno. 

Então, tenha em mente qual é o estilo que deseja misturar com o rústico e busque luminárias, quadros, tapetes e cadeiras que representem ambos. O mais importante é você ter em mente qual sensação quer passar. Depois disso, ficará fácil escolher as peças para seu lar!

Com essas ideias, você pode transformar sua casa em um espaço natural e acolhedor que oferece aos amigos e familiares um lugar para relaxar, descontrair e apreciar a beleza da natureza. Lembre-se de que a decoração rústica não precisa ser cara. Na verdade, ela prega a reutilização de materiais e a mesclagem do novo e do velho, trazendo diversos aspectos positivos ao ambiente.

E então, já está pronto para tornar o seu espaço em um verdadeiro refúgio? Gostou de saber mais sobre a decoração rústica e quer colocá-la em prática? Entre em contato com a gente — podemos ajudar você nessa mudança!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário