Decoração

Cupim em móveis: entenda como se livrar desse problema

fevereiro 18, 2019
Tempo de leitura 6 min

O cupim em imóveis é uma forma de praga urbana que costuma fazer bastante estrago. O inseto, que se alimenta de celulose, está presente na constituição de materiais como madeira e papel. Dessa forma, ele costuma destruir móveis, livros e até a fundação da casa.

São inúmeras as espécies existentes, e elas são subdivididas em dois grupos: os cupins de madeira seca e os cupins subterrâneos. No primeiro caso, esses indivíduos habitam o interior da madeira e dificilmente saem de lá. Assim, quando alojados em algum móvel, o diagnóstico é dificultado antes que seja quase irreparável.

Já os cupins subterrâneos costumam viver no solo, nas paredes, em lajes e em árvores. A umidade é muito propícia para a sua reprodução. Ao contrário do outro grupo, esse tem o hábito de sair para buscar alimento. Então, a sua proliferação é mais rápida e danosa.  

Por isso, é muito importante entender como combater esse tipo de infestação e como evitá-la. Neste texto, mostraremos como isso pode ser feito para que seus bens não sejam destruídos por esse tipo de problema. Vamos lá?

Como evitar os cupins?

A prevenção é sempre o melhor remédio, então, é preciso adotar algumas medidas para evitar a infestação. A barreira física é a primeira coisa a se fazer, isso é importante para impedir que os insetos entrem na casa. Você deve ter em mente que uma das formas do cupim é alada, portanto, é necessário proteger as janelas com telas para que ele não consiga entrar voando. Além disso, veja outros cuidados a serem tomados:

Portas

Entre as portas e o chão há um espaço que permite a passagem de insetos. Por isso, procure instalar em portas externas uma proteção que não permite a entrada de pragas. Existem diversos modelos no mercado que você pode escolher de acordo com a sua necessidade, mas, se for possível, opte pela proteção dupla que veda tanto por fora quanto por dentro.

Infiltrações

Verifique se dentro de casa há alguma infiltração que já esteja avançada ou esteja no começo. Se esse for o caso, providencie para que a fonte do problema seja resolvida e para que a parede seja devidamente raspada, rebocada e pintada. A umidade causada por vazamentos e infiltrações atrai muitas espécies de cupins que têm preferência por esse tipo de ambiente.

Acúmulo de objetos

Evite acumular caixotes de madeira em casa, esses objetos tornam a infestação mais propícia de acontecer, principalmente quando ficam em locais úmidos e sem ventilação. Se você deseja guardar objetos de pouco uso e deixá-los fora da vista, prefira caixas organizadoras de plástico. Dessa forma, seus bens ficam bem protegidos.

É preciso toma cuidado com a armazenagem de livros porque esses bichinhos podem também se alimentar de papel. Assim, o melhor é guardar esse tipo de material em estantes metálicas, deixando armários, prateleiras e estantes de madeira com objetos que não contribuam para essa praga.

Além disso, é sempre importante escolher móveis de madeira que recebam, no processo de fabricação, tratamento adequado para que não sejam afetados por esses insetos ou que já sejam resistentes de natureza. Nesse aspecto, as melhores são peroba, jacarandá, ipê, maçaranduba, entre outros. Molduras e portas podem se tornar mais resistentes com a aplicação de verniz.

Como descobrir se há uma infestação?

Detectar a presença dessas criaturas é muito difícil, pois elas permanecem no interior da madeira, criando túneis. Devido a isso, a inspeção com certa frequência é necessária. A forma mais comum de descobrir os cupins é achando vestígios de seus excrementos. Isso porque esses dejetos se assemelham a um pó de serragem, sendo muito pequenos, circulares e marrons.

Outra maneira eficaz de encontrá-los é ao achar muitas asas sobre o chão pela manhã. Os cupins perdem suas asas ao pousar, estando prontos para buscar comida. Algumas vezes, a superfície dos móveis apresenta pequenos buracos que mostram o começo do estrago causado.

Se há suspeita desses insetos, verifique os móveis da sua casa. Bata em todas as partes da madeira observando o som da batida, se alguma parte estiver oca, é possível que tenha uma infestação, já que isso é resultado dos túneis criados por eles. Esse é o momento de isolar a peça para não espalhar para outros objetos.

A fundação da casa, estrutura do telhado e o piso, como tábua corrida e taco, também podem ser afetados, principalmente porque nessas partes há maior acúmulo de umidade. Nesse caso, é necessário descer ao porão e, com o auxílio de uma ferramenta, forçar partes que parecem ocas e desgastadas. Se elas cederem facilmente, soltando pedaços, é mais um sinal de que o local pode estar comprometido.

Como tratar esse problema?

O ideal é prevenir que os cupins cheguem a sua casa e se alimentem dos seus móveis, mas, muitas vezes, o imóvel comprado já possuía esse problema, ou você não pensou na prevenção com antecedência. Assim, quando descobrir a infestação, é necessário combatê-la o mais rápido possível. Veja as principais formas de fazer isso.

Controle biológico

Os nematoides benéficos são vermes que auxiliam os agricultores a combaterem diversos insetos-pragas que atacam as plantações. Eles podem ser um valioso aliado nas áreas urbanas para combater os cupins, uma vez que são os seus predadores naturais. Essa é opção viável especialmente para quem tem jardim, já que o habitat natural desse espécime é a terra.

Repelentes naturais

Quando a infestação está no início, é possível acabar com a praga por vias naturais. O vinagre diluído em água é um tipo de solução que mata esses insetos e afasta outros que possam estar se aproximando. Óleos vegetais como o de cravo e o de laranja também possuem esse efeito. Aqui, a vantagem é que são produtos não tóxicos, portanto, não são perigosos para pets e crianças.

Substâncias químicas

Quando a infestação já está em estado avançado, o ideal é buscar uma empresa especializada para verificar quais são as condições e se é possível recuperar o móvel afetado. Será usado um inseticida específico que só pode ser manuseado por esses especialistas. Se for complicado encontrar esse tipo de serviço, vale buscar referência em uma associação de controladores de vetores e pragas de cada estado.

Pronto! Agora você já sabe mais como se livrar de cupim em imóveis e como identificar esse problema. Lembre-se de que o ideal é prevenir essa infestação e buscar ajuda profissional quando for necessário.

Gostou deste conteúdo? Então, curta a nossa página no Facebook e veja as nossas postagens em primeira mão!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário