Dicas

Casa inteligente: entenda esse conceito

setembro 20, 2018

Há décadas as nossas casas têm abrigado equipamentos avançados, os quais acabam tornando a nossa rotina bem mais prática e simples. Máquinas de lavar, geladeiras e televisões são alguns exemplos de aparelhos eletrônicos que foram adotados nas residências para possibilitarem um dia a dia mais ágil. Porém, foi apenas nos últimos anos que a ideia de uma casa inteligente e conectada ganhou força.

Graças aos computadores e à possibilidade de conectar dispositivos a redes sem fio com um custo bem baixo, um novo portfólio de serviços e de produtos surgiu. A chamada IoT (Internet das Coisas) é composta por eletrônicos que avaliam um grande conjunto de informações e torna a rotina de uma pessoa mais conectada e ágil.

Como consequência disso, a ideia de casas inteligentes passou a ser mais promissora e viável. Já imaginou ter uma casa que ajuda você nas tarefas do dia a dia? Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e confira!

O que é uma casa inteligente?

A ideia de viver em uma casa totalmente conectada e com integração a sistemas computacionais já não é mais novidade. Especialistas em TI, desde os primeiros anos da Internet, têm trabalhado na criação de projetos voltados para o desenvolvimento de espaços domésticos onde o computador é peça central de diversos cômodos.

Porém, foi apenas nos últimos anos, com a evolução das conexões de rede sem fio e com o avanço da IoT, que essa tendência se tornou, de fato, viável. Casa inteligente ou Smart Home, em inglês, trata-se de uma casa com integração dos equipamentos eletrônicos ligados a uma rede Bluetooth ou Wifi, por exemplo.

Dessa forma, foi possível criar equipamentos mais convergentes e conectados. Pouco a pouco, as residências passaram a ser mais integradas. Vários eletrônicos conversam entre si, permitindo que as atividades do dia a dia sejam realizadas mais facilmente.

Assim, com um sistema integrado, é possível controlar inúmeras coisas, como temperatura, iluminação, ativação de eletrodomésticos, como preparar um café para quando você estiver chegando do trabalho ou programar a torradeira para o horário que você sempre acorda.

Como funciona a casa inteligente?

Uma casa pode até ter máquinas de lavar que seguem ciclos pré-programados ou luzes com sensores e, sim, tais equipamentos são pequenos exemplos da automação residencial. No entanto, quando falamos em casa inteligente, nos referimos a algo bem maior.

Nesse conceito, tem-se um projeto para um espaço equipado com uma variedade de dispositivos voltados para o conforto, segurança, gestão de energia e realização de algumas atividades domésticas, tudo isso com resposta a um ponto central.

Há métodos distintos de controle, mas as tecnologias mais usadas são: aplicativos para smartphones e tablets e painéis elétricos, instalados na parede.

Quais as vantagens de uma casa inteligente?

Confira as principais vantagens quando o assunto é casa inteligente!

Conforto

Entre os grandes benefícios de ter uma casa conectada e totalmente automatizada, o conforto é, sem dúvidas, um dos que mais se destaca.

Com uma rede completa conectada, é possível fazer mudança de tela para sessões de filme, ajustar cortinas e temperatura do ar, criar cenários com várias luzes em diferentes intensidades, ativar o funcionamento da torradeira e da cafeteira para a primeira hora do dia, colocar música ambiente para um jantar, programar a banheira para encher quando estiver a caminho de casa, entre várias outras possibilidades.

Segurança

A segurança também é um dos grandes motivos pelos quais muitas pessoas estão aderindo à tendência da casa inteligente.

Afinal, com ela, é possível saber o local exato onde o sistema de alarmes foi rompido, saber quem entra e quem sai pela porta da frente, visualizar todo o complexo de câmeras remotamente, destravar a porta de entrada usando biometria digital, abrir o portão por comando de voz, enviar pedido de socorro para a central de monitoramento externa e muito mais.

Economia

Outra grande vantagem é a economia. O acesso remoto permite que você ligue apenas o que é necessário e na intensidade desejada, sem precisar usar todos os equipamentos em potência máxima.

Além disso, é possível configurar apenas um botão para que desligue todos os aparelhos da casa quando a família viajar, determinar a quantidade de água e o tempo do sistema de irrigação do jardim e monitorar quais objetos estão consumindo mais energia para estabelecer metas de economia.

Embora tudo isso pareça coisa de outro mundo, a casa inteligente já é uma realidade, sendo uma forma de deixar as casas mais modernas, otimizadas, seguras e econômicas.

Como a automação residencial tem transformado os lares brasileiros?

A tecnologia avança cada dia mais em todos os segmentos e, com ela, a vida das pessoas se torna bem mais fácil e prática. Uma das técnicas que vêm conquistando espaço é a da automação residencial. Além de garantir mais segurança e conforto, ela pode gerar valor agregado ao preço do imóvel.

Além disso, a automação residencial se torna mais comum a cada dia. Dados divulgados pela Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial) apontam que o mercado mundial de automação tem projeção de crescimento, no ano, de 11,36% entre 2014 e 2020. No Brasil, estima-se que são 300 mil casas com automação. No entanto, o potencial atual para o fornecimento de equipamentos é para 1,8 milhão de residências.

A automação residencial trata-se de uma integração entre os inúmeros equipamentos automatizados e motorizados conversando entre si. A partir do aparelho central de automação é estabelecida a ligação entre os eletrônicos, câmeras instaladas e sensores.

A caixa permanece conectada à rede de Internet por cabeamento, a qual vai se comunicar com os outros dispositivos por sinais de radiofrequência, que detectam assim que algum aparelho é ligado.

A automação foi pensada para tornar a vida das pessoas bem mais fácil. Já imaginou chegar em casa depois de um longo dia de trabalho e poder estirar-se em seu sofá? Então, basta ter o seu dispositivo celular para acionar o som, ligar a televisão, ajustar a iluminação, ativar o ar-condicionado, fechar as persianas e deixar o ambiente do jeito que você quer para relaxar. Tudo isso sem ficar se levantando. Seria demais, não é mesmo?

Entre os grandes atrativos da automação residencial, o grande destaque é o conforto. Afinal, você não vai precisar se preocupar mais em mudar a entrada de vídeo quando quiser assistir algo diferente ou então ficar refém de vários controles remotos, um para cada aparelho.

Outra grande vantagem é a economia, como já mencionamos nas vantagens acima. Ao acessar todos os sistemas remotamente, você vai ligar apenas o que quer e precisa, sem usar tudo na potência máxima.

Ou seja, as luzes de um cômodo da residência, por exemplo, serão ligadas apenas quando for necessário. As vantagens são muitas, então, não perca mais tempo e invista em uma casa inteligente para garantir mais praticidade, segurança e economia para a sua família!

E aí, o que achou deste texto sobre casa inteligente? Gostou? Ficou alguma dúvida ou quer compartilhar alguma ideia? Então, deixe o seu comentário agora mesmo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply