Decoração

6 dicas essenciais para otimizar o espaço na sua casa

setembro 27, 2018
6 dicas essenciais para otimizar o espaço na sua casa

Um dos maiores desafios para os proprietários de imóveis é imprimir estilo em ambientes pequenos. Se esse é seu caso, o artigo de hoje foi feito para você!

Por meio de conceitos fundamentais da decoração de interiores, vamos descomplicar o assunto. Entre diversas cores, texturas e formas, você verá que é essencial otimizar o espaço — e é possível fazer feito isso sem exageros.

Interessou-se pelo assunto e quer saber mais? Continue a leitura e confira as 6 dicas que preparamos!

1. Opte por móveis pequenos

Ao contrário do que diz o senso comum, os móveis com maior dimensionamento nem sempre denotam elegância. Em se tratando de espaços menores, um mobiliário grande pode comprometer o layout e reduzir ainda mais o local. Por isso, tenha em mente que um conjunto de móveis pequenos é mais adequado para essas situações.

Em uma sala de estar, por exemplo, é possível substituir uma mesa de centro que atrapalhe o transitar dos moradores por mesinhas de canto, que são charmosas e funcionais. Dessa forma, haverá uma área livre maior no cômodo, permitindo mais diversão em família.

mesa de jantar pede uma atenção especial, pois é comum que as pessoas desejem ter muitos assentos para acomodar todos os amigos e familiares que chegam em ocasiões comemorativas. Porém, esse excesso de lugares pode ser um problema no dia a dia, já que não será utilizado e só ocupará mais espaço.

Assim, é melhor ter uma mesa menor e usar a bancada da cozinha ou uma mesa adicional como extensão do móvel principal em datas especiais.

2. Deixe o ambiente bem iluminado

A luz é um elemento que valoriza a decoração e é capaz de ampliar os ambientes. Sendo assim, é importante que os cômodos tenham janelas grandes, para que se possa aproveitar a claridade natural ao máximo.

No caso da iluminação artificial, é importante que, além das lâmpadas centrais, sejam instaladas outras fontes de luz direcionadas a determinadas atividades ou objetos.

Um canto da sala de estar (ou do quarto) que esteja abandonado pode receber uma nova função com uma poltrona confortável e uma luminária de chão com luz fria, que ajuda na concentração, por exemplo. Assim, o cantinho se transforma em um local de leitura.

Spots de luz no chão podem ser utilizados para destacar uma parede decorada com quadros ou papel de parede. Já na pia da cozinha, eles facilitam a rotina de lavar a louça.

Uma dica que pode mudar a cara das refeições em família é instalar um pendente de fio curto sobre a mesa de jantar. O item, por si só, já é um objeto de decoração, ao passo que a iluminação focada vai deixar em evidência seu aparelho de jantar.

3. Explore as cores e suas tonalidades

Faz muito sentido pensar em utilizar cores claras, como o branco, para ampliar ambientes mais apertados, pois elas refletem a iluminação. Mas, com a variação da intensidade de luz no decorrer do dia, uma parede branca pode ganhar tons acinzentados, diminuindo a sensação de conforto e aconchego.

Por outro lado, tons muito vivos também são prejudiciais, já que causam uma impressão de estreitamento. Isso porque uma parede pintada de vermelho, por exemplo, chama atenção e parece estar mais próxima do que realmente está.

Mas é possível usar cores escuras em locais de menor extensão. Tonalidades atenuadas podem, até mesmo, aumentar a sensação de profundidade, tornando-se elementos-chave na decoração.

Um exemplo prático disso é pintar a parede da pia do lavabo com uma cor como azul petróleo ou revesti-la com azulejos do mesmo tom, mantendo as outras paredes em tonalidades mais claras. Isso faz com que o recinto pareça mais alongado.

4. Sempre que for possível, dê preferência a móveis versáteis

Móveis de design multifuncional proporcionam uma praticidade que é essencial a qualquer casa. Esse é o caso do sofá-cama, que garante conforto para a sala de TV ou do home theater e se torna uma cama extra para receber entes queridos.

banqueta, que serve como assento extra na sala de estar, pode fazer as vezes de mesinha lateral quando necessário. Além disso, uma cama com baú embutido serve para guardar objetos de pouco uso, como os itens decorativos de Natal.

5. Abuse de prateleiras e estantes

Estantes que armazenam livros, objetos pessoais e utensílios de cozinha são importantes para garantir a organização e a harmonia estética do seu lar.

Também vale a pena instalar prateleiras em todos os cantos. Sobre o sofá da sala, elas servem para expor porta-retratos e quadros e, na parede da mesa do home-office, são úteis para que o material fique organizado sem a necessidade de ocupar espaço com mais um móvel.

6. Aposte em ambientes integrados

O uso de ambientes integrados nas casas é uma tendência que otimiza o espaço que seria limitado por paredes. Assim, a divisão entre cozinha e sala de jantar (ou entre sala de jantar e de estar) passa a ser fluida e quase imperceptível, pois os móveis usados conversam entre si, garantindo equilíbrio dentro do cômodo único.

Uma integração não tão óbvia quanto as anteriores é a da varanda com a sala de estar. Nesse caso, a sacada recebe janelas de vidro que são cobertas com cortinas, para evitar a incidência do sol quando não desejado. Dessa forma, as atividades de ambos os ambientes são interligadas — e a diversão, claro, é maior.

7. Use espelhos e transparências a seu favor

Os espelhos são bons aliados quando o objetivo é criar amplitude em um ambiente, podendo ser usados de diversas formas. É possível cobrir uma parede inteira ou adotá-los de maneira pontual, seja na porta de um armário ou sobre o aparador. Uma boa dica é optar por móveis de superfície espelhada como mesas de canto.

Nesse mesmo contexto, a transparência é importante para a expansão visual. Ela pode estar presente no tampo de aparadores ou nas cadeiras de jantar, assim como na divisória entre a lavanderia e a cozinha.

Após nossas dicas, você já sabe como utilizar a decoração para otimizar o espaço da sua casa, pensando sempre no bom gosto do ambiente e no bem-estar de sua família, não é mesmo? Lembre-se de que é possível fugir do óbvio, criando um lar elegante e confortável!

E então, o que achou deste conteúdo? Deixe um comentário, pois adoraríamos saber sua opinião!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply